Coren-PR explica eleição coordenada pelo Cofen

Parana Divulga Sem categoria

Em nota, o Coren-PR (Conselho Regional de Enfermagem) esclarece que a organização e gerência da eleição dos conselhos regionais, neste domingo (1º de outubro) e segunda-feira (2) é de responsabilidade do Cofen (Conselho Federal de Enfermagem). A eleição, pela internet, teve uma sobrecarga no sistema estendendo a votação até às 20h desta segunda-feira,

“O sistema de votação pela internet funcionou experimentalmente, também por determinação do Cofen, nas eleições do Corem Paraná em 2014, quando foi expedida correspondência oficial aos profissionais cadastrados”, diz a nota afirmando que neste ano o conselho federal estendeu o mesmo modelo de votação para eleição dos conselhos regionais de todo país.
“O Cofen contratou por licitação nacional empresa de tecnologia de informação e comunicação com experiência e capaz de gerenciar a eleição e outra empresa para auditar o sistema eleitoral. Mas, devido instabilidade do sistema operacional de votação, com lentidão e até paralisação do acesso ao procedimento eleitoral, ocasionando problemas em todo o Brasil, notadamente no Paraná”, explica a nota.
Leia a seguir a nota na íntegra
COMUNICADO OFICIAL DO COREN/PARANÁ
A responsabilidade de organizar e gerenciar as eleições dos Conselhos Regionais de Enfermagem em todos os estados brasileiros é do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN).
O sistema de votação pela internet funcionou experimentalmente, também por determinação do COFEN, nas eleições do COREN Paraná em 2014, quando foi expedida correspondência oficial aos profissionais cadastrados.
Neste ano (2017) o COFEN estendeu o mesmo modelo de votação eleitoral pela internet a todo o País, fazendo inclusive uma campanha de comunicação por outdoors nas capitais e em mídias sociais, além das ferramentas de comunicação do próprio Sistema COFEN/Conselhos Regionais. Desta vez, não se enviou correspondências ou e-mail aos seus inscritos.
O COFEN contratou por licitação nacional empresa de tecnologia de informação e comunicação (TIC) com experiência e capaz de gerenciar a eleição e outra empresa para auditar o sistema eleitoral.
Mas, devido instabilidade do sistema operacional de votação, com lentidão e até paralisação do acesso ao procedimento eleitoral, ocasionando problemas em todo o Brasil, notadamente no Paraná, com 46.303 eleitores aptos a participarem do pleito, sendo 14.820 Enfermeiros do Quadro I e 31.483 Técnicos e Auxiliares de Enfermagem do Quadro II e III.
Quando atingiu-se a marca de 8.499 votos no Quadro I (ou 57,35%) e 14.488 (ou 46,02%) pela página Quadro de Votos – https://www.votaenfermagem.org.br/#/monitoring – já sem monitoramento em tempo real (e sim de 30’ em 30 minutos), soube-se que o COFEN, ao final da noite do dia 1º de outubro decidiu prorrogar por mais 12 horas a votação, ou seja: até as 20 horas do dia 2 de outubro de 2017 pelo mesmo endereço www.votaenfermagem.org.br
Agradecemos a atenção e confiança de todos os profissionais que entraram em contato com o COREN Paraná e pedimos desculpas pelos inconvenientes ocorridos durante o domingo (1º de outubro).

Vote consciente! Vote a favor da Enfermagem!