Curitiba terá mais R$ 10 milhões para manter serviços de média e alta complexidade

Os serviços de média e alta complexidade em Curitiba receberão mais R$ 10 milhões para manutenção e custeio de atendimentos de urgência e emergência, Samu, internamentos e exames. “O repasse será efetivado pelo Ministério da Saúde e faz parte de um pacote de mais de R$ 400 milhões destinados pelo órgão as prefeituras dos municípios brasileiros”, explicou o prefeito em exercício de Curitiba, Eduardo Pimentel.

Pimentel e o ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciaram o repasse na terça-feira, 2, em cerimônia no Salão Brasil da Prefeitura de Curitiba.

Além do repasse de R$ 10 milhões para os serviços de média e alta complexidade, também serão liberados R$ 9,5 milhões para os hospitais filantrópicos São Vicente, Mater Dei, Erasto Gaertner, Pequeno Príncipe, Cruz Vermelha, Santa Casa, Cajuru e Evangélico. Também será destinado R$ 612 mil para manutenção do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) do Portão.