Evandro Roman defende novas ações de apoio às cooperativas do Paraná

O deputado Evandro Roman (PSD-PR) defendeu nesta semana novas ações de apoio ao cooperativismo no Paraná e no Brasil. “Precisamos discutir medidas estruturantes que reconheçam o cooperativismo como modelo de geração de emprego e renda, de inclusão produtiva e financeira e de acesso a mercados para milhões de brasileiros”, disse Roman no encontro da Organização das Cooperativas Brasileiras e da Frente Parlamentar do Cooperativismo realizado na Câmara dos Deputados. 

Roman destacou ainda a importância das ações parlamentares para o setor cooperativista, considerado de grande representatividade no Paraná. “Só no oeste paranaense, por exemplo, temos 14 cooperativas agropecuárias, sendo que 10 delas figuram entre as maiores do país e juntas representam quase metade do PIB do cooperativismo paranaense gerando milhares dos postos de trabalho regionais”, disse.

Para isto, o parlamentar espera agilidade na votação no plenário do projeto de lei que permite que as cooperativas de crédito possam administrar recursos de prefeituras e de outros entes públicos municipais. A matéria restringe esta gestão às disponibilidades de caixa dos municípios, ou seja, os recursos não carimbados de prefeituras, como a folha de pagamentos de servidores públicos e recursos arrecadados de IPTU, IPVA e ISS, dentre outros.

Segundo Evandro Roman, o projeto incentiva a livre concorrência e promove, por meio das cooperativas de crédito, a utilização dos recursos arrecadados pelos municípios na própria comunidade. “Dessa forma, evitamos a evasão de divisas de pequenos e médios municípios para grandes centros urbanos e todos ganham: prefeituras, cooperativas e a comunidade”, defendeu o deputado.

Também foram apresentados outros pontos de atenção ao cooperativismo como a reforma tributária e projetos que preveem a desoneração da folha de pagamentos, descontos para cooperativas de eletrificação rural na compra de energia elétrica, ratamento diferenciado para pequenas cooperativas nas exigências de segurança bancária e o marco regulatório do transporte de cargas.

No Paraná – Hoje, no Paraná, são 220 cooperativas, distribuídas em dez diferentes ramos. Dessas, 48 – de todos os segmentos – estão localizadas no Oeste do Paraná.

O cooperativismo paranaense alcançou R$ 60.4 bilhões de faturamento em 2015, e gerou 2.6 milhões de empregos. Em 2016 as 200 cooperativas paranaenses alcançaram faturamento superior a R$ 70 bilhões, valor que representa um aumento de 16,24% em relação a 2015. 

O cooperativismo paranaense congrega 1,4 milhão de cooperados, 84 mil empregados e gera 2,6 milhões de postos de trabalho, estando presente em 100 dos 399 municípios.