Greca quer transformar prefeitura em usina de captação de energia solar

Parana Divulga Sem categoria

O prefeito Rafael Greca e o presidente da Copel, Antonio Sérgio de Souza Guetter, analisaram nesta segunda-feira, 2, projeto que pretende transformar o prédio central da Prefeitura de Curitiba em uma usina de captação de energia solar. “Totalmente (o prédio) abastecido por uma energia limpa e com custo zero ao contribuinte”, disse Greca.

Segundo Greca, entre propostas na área de energias sustentáveis, há ainda o interesse em transformar, a partir da parceria entre Prefeitura e Copel, o Aterro da Caximba em uma usina elétrica e de biogás, de acordo com um projeto concebido pela Universidade Federal do Paraná. “São formas e alternativas sustentáveis de aumentar a eficiência energética do município”, destacou o prefeito Rafael Greca.
O gasto anual da Prefeitura com energia elétrica fica em torno de R$ 55 milhões – 90% com a iluminação pública.
O presidente da Copel, Antonio Guetter ressaltou a importância da energia elétrica para o desenvolvimento das cidades “inteligentes”. “Curitiba, ao se aproximar da Copel, persegue o objetivo de oferecer uma energia de maior qualidade”, disse.
“O caminho é importante na oferta de novos serviços, como carros e motocicletas elétricas”, completou Guetter.