Harvard quer analisar modelo de investimento na Linha Verde

Parana Divulga Sem categoria

Os certificados de adicional de potencial construtivo da Linha Verde, em Curitiba, despertaram o interesse da direção da Universidade de Harvard, após a apresentação do secretário municipal de Planejamento, Finanças e Orçamento, Vitor Puppi, nesta quinta-feira, 19, no Lincoln Institute, em Cambridge (EUA) sobre o modelo de investimento adotado pela Prefeitura de Curitiba.  
“Após a apresentação, fui convidado pelo professor Jerold Kayden para uma nova palestra também para estudantes da Universidade de Harvard sobre o programa de investimentos, o processo de planejamento urbano da capital ao longo dos anos e o processo de participação popular para definir a Lei Orçamentária Anual e à Lei de Zoneamento de Curitiba”, destacou Vitor Puppi.
No seminário no Lincoln Institute, em Cambridge, Puppi apresentou os detalhes do Plano de Recuperação Fiscal implementado este ano pela Prefeitura de Curitiba. Também especificou o funcionamento dos Cepacs – Certificados de Adicional de Potencial Construtivo, da Linha Verde.
“A funcionalidade do transporte público é um dos componentes mais relevantes da Linha Verde, que tem na venda dos Cepacs, recém retomada pela Prefeitura, uma fonte de financiamento para as ações necessárias à consolidação nos próximos anos da área de abrangência do projeto”, destacou o secretário de Finanças, Vitor Puppi.
  
Convidada, Curitiba foi a única cidade brasileira a fazer exposição no evento, do qual participaram gestores públicos dos 30 maiores municípios norte-americanos e também representantes da América Latina.
O Lincoln Institute é um think tank (centro de estudos de assuntos estratégicos) que atua na área de uso do solo.