Mais de 3.800 pessoas participarão do desfile da Independência neste sábado (7)

Parana Divulga Foz do Iguaçu

O Desfile em comemoração aos 197 anos da Independência do Brasil deve reunir mais de 3.800 pessoas, entre representantes de entidades civis e militares de Foz do Iguaçu, Paraguai e Argentina. O ato cívico militar acontece neste sábado (7),  na Avenida Paraná, às 9 horas.

De acordo com a diretoria de Cerimonial e Relações Públicas da Prefeitura, mais de 10 mil pessoas são esperadas para acompanhar o desfile. Uma grande estrutura com arquibancadas, banheiros químicos e palanque de autoridades está sendo montada pela Prefeitura. “A previsão é de tempo firme e com certeza teremos mais um grande evento, com participação expressiva da comunidade”, afirmou André Guedes, diretor de cerimonial.

Além do público, participarão da solenidade cerca de 150 autoridades, entre elas o prefeito Chico Brasileiro; o vice-prefeito Nilton Bobato; o diretor geral da Itaipu, General Joaquim Silva e Luna; os prefeitos de Ciudad Del Este (PY) Miguel Prieto, e de Puerto Iguazu (ARG) Claudio Fillippa, além de vereadores, secretários, líderes religiosos e deputados.

Programação

A cerimônia terá início às 9 horas com o hasteamento das bandeiras, honras militares e revista as tropas do Exército. Em seguida, às 9h30 têm inicio o desfile oficial, que contará com a participação de 49 instituições, entre escolas, centros de educação infantil (CMEI), entidades assistenciais, clubes de serviços, escoteiros, Forças Armadas e órgãos de segurança. 

Abrem o desfile as entidades civis: Guarda Mirim, LBV, ACDD, ASSUFOZ e Núcleo Criança de Valor. Na sequencia entram as instituições educacionais, com a participação de 2.200 crianças e adolescentes, representando as escolas públicas, privadas e universidades. Somente a Secretaria Municipal de Educação (SMED) levará para a Avenida Paraná 1.200 alunos de 25 escolas e 19 CMEIS.

Pela primeira vez, dois colégios estaduais de Foz do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu participarão do desfile, os Colégios Almiro Sartori e o Dom Emanuel Coner, respectivamente. O Colégio San Blás, do Paraguai, mantém sua participação no evento, e a Escola São Pedro, também de Ciudad Del Este, faz sua estreia no desfile com participação expressiva de 180 alunos. Também participam os colégios São José, Betta, Escola Libanesa, Unifoz e FIEP/SESI/SENAI.

Encerram o desfile cívico a Associação Beneficente São João, Ordem Demolay, Ordem Arco Iris e Escoteiros do Brasil. As entidades assistenciais e clubes de serviço somam 750 representantes, além dos clubes de motociclistas, que levarão para a avenida 200 membros.

Militares

Após a apresentação das escolas e entidades, inicia-se o desfile militar com a participação de mais de 660 pessoas, entre representantes do Exército, Marinha, Aeronáutica e órgãos de segurança. Pela ordem, entram na avenida a banda do 34º Batalhão de Infantaria Mecanizado, Capitania Fluvial do Rio Paraná, 1ª Companhia de Fuzileiros, Destacamento de Controle do Espaço Aéreo, a Escola Militar de Monte (Exército da Argentina), Exército Paraguaio, Corpo de Bombeiros, Departamento Penitenciário do Paraná (DEPEN) e a Guarda Municipal.

Na sequencia começa desfile mecanizado militar, com a participação das Forças de Segurança e órgãos como a Polícia Federal, Receita federal, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Depen, Polícia Militar, Polícia Ambiental, Guarda Municipal e SAMU. O desfile termina com a participação dos grupos de motociclistas e clubes de carros antigos.

Trânsito

Devido à organização do evento, o trânsito na Avenida Paraná será interditado a partir das 3 horas da manhã de sábado, no trecho entre as avenidas República Argentina e Duque de Caxias, e a partir das 5 horas se estenderá até a Avenida José Maria de Brito. O tráfego será liberado somente após a desmontagem da estrutura, por volta das 15hs. A principal rota de acesso para o desfile será pela Avenida Pedro Basso.