Ópera a céu aberto lança Natal de Curitiba no Centro Histórico

Milhares de pessoas acompanharam na noite desta quarta-feira, 23, no Centro Histórico, a abertura da programação das festividades do Luz dos Pinhais: Natal de Curitiba.

A apresentação reuniu, no Largo da Ordem, curitibanos de vários bairros da cidade, turistas, autoridades públicas e imprensa. Todos apreciaram um grande espetáculo, semelhante a uma ópera a céu aberto, com interpretações musicais e uma sequência de cenas natalinas.

Ao término d

o espetáculo e da caminhada do público ao local da estrela símbolo ao nascimento de Cristo, um show de fogos de artifício iluminou o céu com cores variadas para representar a festa natalina na capital. A caminhada foi feita desde a altura da Igreja do Rosário até um pouco para frente do Memorial de Curitiba

Cenário histórico – As encenações utilizaram como cenário os casarões do Centro Histórico onde atores e atrizes recontaram o nascimento de Jesus Cristo.

“Esta belíssima confraternização trouxe a Luz dos Pinhais para o Centro Histórico, os valores de Curitiba e deu início à programação de Natal. Um grande espetáculo de rua, com uma sequência de cenas natalinas que encantou o público e coloca Curitiba no roteiro das cidades turísticas com grandes eventos de Natal”, disse o prefeito Rafael Greca.

Autoridades – A abertura da programação reuniu ainda diversas autoridades, entre elas, o vice-prefeito, Eduardo Pimentel, a presidente do Instituto Municipal de Curitiba, Tatiana Turra, o presidente da Fundação Cultural, Marcelo Cattani, o superintendente r

egional da Caixa Econômica Federal, Renato Scalabrin, e o proprietário da rede de supermercados Condor e patrocinador do evento, Joanir Zonta.

Após as encenações no ambiente externo da rua, o público e as autoridades assistiram várias apresentações culturais e natalinas no Memorial de Curitiba. Subiram ao palco do espaço, o Coral da Sociedade Thalia, a coreografia de casais de todas as etnias do pavilhão étnico de Curitiba, e a banda mirim do Caximba.

Conceito turístico – Sobre o evento, a presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra, destacou a diversidade da programação e o conceito estabelecido para o evento.

“Temos várias atrações especiais até o dia 24 de dezembro em diferentes regiões da cidade dentro de um belo conceito que estimula o espírito de confraternização entre as pessoas. Curitiba está novamente no roteiro turístico de cidades que promovem eventos voltados para o Natal e as festividades de fim de ano, atraindo ainda mais visitantes para o nosso destino”, disse.

 Tradição e cultura – A visão de Turra converge ao pensamento e a tradição do Natal admirada por vários turistas. Os estudantes de Fortaleza Marcela Melo, Juliana Alves, Thalita Melo e Rosana Portela apoiam a festa e reforçaram o hábito familiar de celebração do evento. “É um costume muito forte na minha família comemorar oNatal, por isso, quando ficamos sabendo da programação viemos conferir”, disse Marcela.

O grupo permanecerá em Curitiba por todo o mês de novembro e prometem acompanhar a programação do evento na capital. “Já visitamos quase todos os parques da cidade e queremos ver a cidade decorada”, destacou também a estudante Rosana Portela

Tradição – Radicada há vários anos em Curitiba, a professora alemã Karolina Koller, também apoiou a festividade ao acompanhar as apresentações.  “É uma data muito importante e é bacana decorar e celebrar o Natal para manter as tradições e passá-las para as crianças”, disse.

“Comemoramos bastante na Alemanha com música e a confecção de bolachas de Natal, então é muito bom participar dessa celebração”, completou Karolina.

 Apoio contagiante – O espírito de Natal contagiou também os apoiadores do evento. O superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Renato Scalabrin, reforçou o apoio da instituição, a importância para o turismo e valor da festa para despertar o senso de solidariedade das pessoas.

“Apoiamos o evento com muito prazer e respeito a uma festa tão importante para estimular a confraternização, a solidariedade e a comunhão das pessoas, ainda mais em Curitiba, uma cidade cosmopolita que reúne etnias de todo o mundo, demonstrando este espírito democrático e também o próprio setor do turismo”, ressaltou Scalabrin.

Valores e reflexão – Para o proprietário da rede de supermercados Condor e patrocinador do Natal de Curitiba, Joanir Zonta, o Natal é uma data de reflexão para as pessoas e a programação resgata os valores da cidade.

“Temos uma enorme honra de apoiar este magnífico evento a convite do ilustre prefeito Rafael Greca, que representa a essência do povo Curitibano, o amor ao próximo e a solidariedade de todos os curitibanos e os visitantes que chegam na capital”, destacou Zonta.

Alegria popular – O evento foi acompanhado também por moradores de vários bairros de Curitiba. A dona de casa Maria Aparecida foi ao evento junto com os colegas da Escola Municipal Heráclito, no Sítio Cercado, que mantém a modalidade de educação para jovens e adultos.

“Gostei de tudo, mas o que mais me alegrou foram às apresentações no Memorial (de Curitiba). O Natal atrai turistas e quanto mais turistas, mas recursos para nossa cidade”, disse Maria Aparecida.

O empresário Eliberto Beilke faz parte do grupo de dança folclórica alemã do Clube Concórdia, que participou da apresentação no Memorial de Curitiba. Com a filha no colo, Beike disse a família mantém a tradição da celebração natalina. “É algo diferente que está sendo feito na cidade, que vem de fora fica maravilhado”, disse.

Comments 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *