Pimentel vistoria obras de recape da Rua Visconde do Rio Branco, a 54ª do ano

Parana Divulga Sem categoria

O vice-prefeito e secretário municipal de Obras Públicas, Eduardo Pimentel, vistoriou nesta quarta-feira (4/10) o início dos trabalhos de recuperação de um quilômetro do asfalto da Visconde do Rio Branco, uma das mais importante ruas da Regional Matriz. O trecho fresado será entre a Alameda Augusto Stellfeld, no Centro, e Avenida Manoel Ribas, nas Mercês.

“Com a obra da Visconde do Rio Branco, nossa gestão chega a 54 ruas recapadas e pavimentadas no ano. E o mais importante, 95% das obras estão nos bairros de Curitiba”, disse ele. “A Visconde do Rio Branco estava muito deteriorada e cheia de buracos e ganhará agora asfalto barato e de qualidade feito em Casa”, afirmou Eduardo Pimentel.

A massa utilizada na obra será produzida na Usina de Asfalto Norte, que foi reativada pela Prefeitura no início do ano. Com isso, a economia com a produção chega a até 30%.

Desde o início do ano, foram 33 vias atendidas com a reciclagem e fresagem e outras 21 com implantação de pavimento. O investimento da Prefeitura na recuperação do asfalto será de R$ 452,3 mil. Em razão das obras, o tráfego será feito em apenas uma das pistas da Visconde do Rio Branco. O plano de trabalho segue o mesmo modelo da Mateus Leme e Treze de Maio, com obras das 9h às 11h30 e das 13h30 às 16h30.

Bloqueio parcial

Nesta quarta-feira o bloqueio parcial está na quadra entre as alamedas Augusto Stellfeld e Júlia da Costa. A orientação para os motoristas é que encontrem caminhos alternativos. As opções de desvios são pela Alameda Cabral ou Brigadeiro Franco.

Agentes da Setran estão no local para organizar o fluxo de veículos. Os trabalhos de fresagem e recape da Visconde do Rio Branco devem durar cerca de 30 dias.

Prioridades

A Rua Visconde do Rio Branco era uma das vias prioritárias definidas pela Regional Matriz e pelo Ippuc para receber as obras de recuperação. Todo o trecho entre a Augusto Stellfeld até a Manoel Ribas é cheio de remendos e com buracos em vários pontos da via.

Novas obras

A previsão da Prefeitura é iniciar em dois meses as obras do convênio de R$ 30 milhões assinado com o Governo do Estado para reciclagem do asfalto de mais 34,5 quilômetros de 61 ruas da capital. O recurso da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística será transferido para Curitiba a fundo perdido.

Mais R$ 35 milhões para fresagem e asfalto de outras 60 ruas estão em negociação, um financiamento da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano.