Políticos brasileiros se rendem à vendeta e ao populismo

Vendeta trata-se de uma vingança continuada. Após alguns confrontos acidentais, dois grupos, em geral duas famílias como em “Abril Despedaçado” de Ismael Kadare, iniciam um conflito com retaliações sucessivas, que passa a ter vida própria. O resultado costuma ser poucos sobreviventes lamentando muitas vítimas.