Vereador Dr. Brito é preso preventivamente – Artigo por Gilberto Rios

Parana Divulga Foz do Iguaçu

Óleo de Peroba perde feio

Foz acordou ontem mais assustada com mais uma ação da Polícia Federal, será que isto nunca vai acabar, era o sentimento de alguns. Depois de toda esculhambação que os políticos fizeram nesta bela cidade, a devassa parece-me que ainda não terminou. Os Iguaçuenses enchiam o peito de orgulho por terem metido todos os safados na cadeia na operação “Pecúlio” que envolveu não só políticos, mais também muitos empresários e profissionais liberais, falavam com orgulho seus moradores. Em países mais sérios, a população hoje estaria fazendo um grande boicote às empresas envolvidas nestes roubos declarados na Operação Pecúlio, tem que ser no bolso destes empresários que a mão da justiça popular tem que pesar, não adquirindo nada deles, pois o nosso é descontado mensalmente na fonte.

“Mais eis que o vereador Dr. Brito, do partido político denominado “Patriota”, note bem a ironia ‘ P A T R I O T A”, assim mesmo, bem garrafal e espaçadinho para não esquecermos e mais outras cinco pessoas foram presas nesta terça-feira (16) na chamada  oitava fase da Operação Pecúlio, uma ação coordenada pela Polícia Federal (PF).Ela a PF, estava investigando supostas fraudes em licitações na área da Saúde. Para o procurador Alexandre Porciúncula, Dr. Brito é o líder e o principal beneficiário do esquema criminoso. “Pré-candidato a deputado estadual, o “ético” e “patriota” Dr. Brito visava angariar dinheiro para a campanha”, levando consigo segundo o Procurador, o seu assessor de imprensa José Reis (O Cazuza) como o mentor intelectual e patriótico do esquema. “Será mesmo que a burguesia fede”!?

Não quero aqui provocar o Conselho Federal de Medicina e tão pouco procurar na Faculdade onde ele se formou se ele andou matando as aulas de ética do curso, mas o parlamentar vinha na leva da primeira suplência de um puta escândalo onde vários colegas parlamentares foram presos. Eleito como suplente e efetivado como vereador com 2.348 votos, o equivalente a 1,73% dos votos validos, isto mesmo caro leitor, 1,73% dos votos válidos, o Dr. Brito deve ter aprendido o dever de casa com os colegas presos direitinho. Para o advogado Oswaldo Loureiro, que defende o vereador Dr. Brito e o assessor de imprensa José Reis, solicitou ontem mesmo o teor das acusações que pesam sobre os seus clientes “Patriotas”.

Mas se tal acusação sobre um “Patriota” é injusta, porque raios Dr. Brito a Polícia Federal necessitou arrombar a porta da sua casa já que o mesmo se negava a entrada dos agentes da Polícia Federal que tinha em mãos um mandado de prisão preventiva de busca e apreensão. Não satisfeito com a “tal’ patriotagem, os agentes foram na casa, no consultório e no seu gabinete na Câmara”. O advogado do vereador Oswaldo Loureiro foi até a Delegacia da Polícia Federal assim que soube das prisões dos seus clientes, sem entender do que eles foram acusados. Ora Oswaldo, a assessoria da Polícia federal informou em nota para a imprensa, que foram detectados indícios de que “laudos de exames de diagnóstico, em especial produzidos no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, seriam elaborados por pessoa não habilitada, gerando risco potencial à
saúde de pacientes”. Aqui meus leitores, já seria o suficiente para o Conselho Federal de Medicina cassar o seu registro como médico, pois ele como deputado e com acesso aos tramites burocráticos da Secretária de saúde cometeu vários crimes, mas esperamos que o deputado Ricardo Arruda seja de fato “Patriota” e que não permita no seu partido tal descabimento ou será que ele também acha ‘normal’ a “tal” “patriotagem”?

A prisão preventiva do Dr. Brito e Bad Company tem prazo de 30 dias, podendo ser prorrogada de acordo com as investigações, segundo relato do promotor. De acordo com o Art. 312 do Código de Processo Penal, a prisão preventiva poderá ser decretada como garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal, ou para assegurar a aplicação da lei penal, quando houver prova da existência do crime e indício suficiente de autoria, bom muito bom porque a população de Foz do Iguaçu passou a ser hoje o maior vigilante do poder público, estamos de olho. Será que alguém pode receitar para o Dr. Brito, “óleo de Peroba”!?