Em Paranaguá, Marcelo Roque leva surra na Câmara de Vereadores

Parana Divulga Sem categoria Leave a Comment

O clima esquentou neste frio de inverno em Paranaguá. Articulado pela procuradora-geral do Município, Luciana Costa, o projeto de lei da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) não saiu ao gosto do prefeito Marcelo Roque (PV). O projeto previa um remanejamento de 12% a 20% do orçamento do município sem autorização da Câmara de Vereadores. De R$ 60 milhões para R$ 116 milhões, um salto de R$ 56 milhões. Os moradores se mobilizaram, lotaram as galerias do legislativo e o remanejamento foi rejeitado pelos 17 vereadores – apenas Marquinhos Roque, irmão do prefeito e presidente da Câmara, não votou. Vereadores da oposição e da própria base de Roque reclamam da interferência direta da procuradora em todos os assuntos da prefeitura. “Ela manda mais que o prefeito”, disse um vereador que fez campanha ao lado de Marcelo Roque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *