Policial Perseguição Policial

Homem é preso por se passar por policial federal durante buscas por Lázaro

A prisão do falso policial federal ocorreu na BR-070, em Cocalzinho de Goiás (GO), rodovia que está sendo monitorada por uma barreira policial como parte da Operação Lázaro, que busca o suspeito foragido há 12 dias

20/06/2021 20h26 Atualizada há 4 meses
Por: Redação Fonte: UOL
SSP-GO/DIVULGAÇÃO
SSP-GO/DIVULGAÇÃO

Um homem de 23 anos foi preso na noite de ontem (19) ao tentar se passar por um policial federal para participar das buscas por Lázaro Barbosa de Sousa, suspeito de uma série de crimes violentos no Distrito Federal.

A prisão do falso policial federal ocorreu na BR-070, em Cocalzinho de Goiás (GO), rodovia que está sendo monitorada por uma barreira policial como parte da Operação Lázaro, que busca o suspeito foragido há 12 dias.

Segundo nota da Polícia Militar de Goiás, da Polícia Rodoviária Federal do Distrito Federal e da Polícia Federal, órgãos que efetuaram a prisão do falso policial, equipes envolvidas na busca de Lázaro foram abordadas na BR-070 por um homem que afirmou ser policial federal. Dizia estar atrasado para se reunir com sua equipe, que estaria mais à frente.

Em outro momento, o mesmo homem abordou equipes policiais dizendo precisar de apoio para desarmar uma pessoa bêbada em uma propriedade rural. A PM de Goiás atendeu à suposta suposta ocorrência. Em seguida, ao retornar à base de apoio da Operação Lázaro, os policiais militares receberam a informação de que o homem, na verdade, não pertencia à PF.

O falso policial federal foi preso em flagrante por falsidade ideológica e usurpação da função pública.

Buscas por Lázaro

Lázaro é suspeito de cometer um quádruplo latrocínio em Ceilândia, no Distrito Federal, além de outros crimes em Goiás. Ele também teria atacado idosos com golpes de machado em Goiás. Durante a fuga, ele ainda chegou a fazer outra família refém, mas a polícia chegou a tempo de evitar que eles fossem mortos.

A suspeita da polícia é que Lázaro está saindo no período da noite para buscar comida e caminhando por riachos para não deixar rastros. Mais de 200 policiais participam das buscas. Cães farejadores reforçam a operação. As ações têm sido comandadas pela SSP-GO (Secretaria de Segurança Pública de Goiás), com ajuda de equipes do Distrito Federal e das polícias Federal e Rodoviária Federal.

Durante as buscas da polícia por matas na região de Cocalzinho de Goiás, a polícia encontrou algumas pistas sobre o paradeiro de Lázaro Barbosa. Na tarde da última quinta-feira (17), o efetivo encontrou um colchonete. No entanto, até agora não há certeza de que o objeto pertença ao suspeito. Uma camisa ensanguentada que pode ser de Lázaro também foi encontrada durante as buscas. A polícia chegou a levantar a hipótese de que o suspeito esteja ferido. O tecido foi levado para análise. O objetivo é confirmar se pertence ou não ao procurado.