Unila oferta 823 vagas por meio do SISU; inscrições terminam no domingo, 26

Quase metade dos alunos de graduação da Unila são moradores de Foz do Iguaçu e região. Número que vem se consolidando ao longo dos dez anos de existência da Universidade. As inscrições para ingresso na Unila devem ser feitas por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). O MEC estendeu o prazo de inscrições, que podem ser feitas até domingo (26). A UNILA é uma universidade federal e seus cursos são gratuitos.

Neste ano, a Unila está oferecendo, inicialmente, 823 vagas em 28 cursos, via SiSU. O número é maior em relação aos anos anteriores porque nem todas as vagas oferecidas para estudantes estrangeiros foram preenchidas. Essas vagas foram transferidas para a seleção de brasileiros.

Conforme cronograma do MEC, o resultado do SiSU está agendado para o dia 28 de janeiro. A Unila programou outras três chamadas para os dias 17 de fevereiro, 3 e 9 de março.

No site da Universidade (portal.unila.edu.br/sisu2020) os candidatos encontram todas as informações sobre a seleção: editais, editais em libras, cronograma, quadro de vagas, legislação, Informações sobre assistência estudantil e perguntas frequentes sobre o SiSU.

CURSO DE MÚSICA

A nota do Enem também pode ser usada para ingresso no curso de Música, o único da Unila que não utiliza o SiSU para a seleção de alunos. No processo seletivo, é necessário que o candidato demonstre possuir habilidades necessárias para o curso – opção que não é oferecida pelo SiSU. As inscrições são eletrônicas e podem ser feitas até o dia 28 de janeiro. As regras e o link para a inscrição estão disponíveis no edital PROGRAD 002/2020. Este ano, os candidatos podem concorrer a uma vaga escolhendo a nota de uma das últimas cinco edições do Enem (2015 a 2019).

A prova de habilidades específicas faz parte da segunda etapa de inscrições. O interessado deverá encaminhar um vídeo, com duração de 5 a 10 minutos, que demonstre habilidade na ênfase e/ou formação escolhida no ato da inscrição. Também deverá apresentar uma carta justificando a escolha da ênfase e/ou formação.

O curso de Música oferece duas ênfases: pesquisa em música ou práticas interpretativas, que está dividida em cinco formações (canto, percussão, piano, violão e criação musical). Estão sendo ofertadas 18 vagas: 3 para pesquisa em música; 2 para canto; 3 para criação musical; 4 para percussão; 3 para piano; e outras 3 vagas para violão.